quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

VASQUINTINO 1977: VASQUINTINO E FLAQUINTINO

Quando vemos na Coluna do Bate Bola e lá encontramos a divulgação das nossas missivas, sobre a Vasquintino, no Bairro, a turma toda comenta principalmente na Padaria que fica na esquina da Rua Mendes com a Rua Palatinado onde todos se reúnem para falar de futebol e da publicação no Jornal dos Sports da notícia sobre a Vasquintino. É fascinante veremos a Flaquintino, porém, tudo num clima de amizade, com brincadeiras e respeito mútuo.
O Jornal dos Sports, deveria mandar e receberíamos com a maior alegria, uma equipe para documentar o Carnaval que Quintino vive, nos dias de jogos do Vasco. A rapaziada começa a batucar as sete horas da manhã, até a hora da saída para o Estádio Mário Filho ou São Januário. Então no dia de Vasco e Flamengo é uma zorra total com a Flaquintino sob o comando do Aníbal e a Vasquintino com o Maurício, Neném, Zeca e outros fazendo o trânsito no local, congestionar, não por bagunça, mas sim pela beleza das bandeiras de ambos os Clúbes. Os motoristas param para ver a animação.
Se você, amigo Vascaíno, que está lendo esta carta, venha ver de perto a nossa higiene mental, a qual oferecemos a todos os torcedores Vascaínos.
A Vasquintino é tão animada, que componentes da Flaquintino vem participar da nossa bateria:
Façam como o Bicudo, Renato, Carlinhos, Portuga, Neném, Zé Antônio, Rui, Paulo Bolinha, Zeca, Maurício, Paulo Wanderley, Antônio Carlos, Wilson, Alfredo PM, Hélio, César, Mineiro, Paulo, Luíz, Nelson Karate, Kosme e etc. que por onde andam transmitem alegria.
Renato Zarazilha, Relações Públicas
Fonte: Jornal dos Sports 12 de Maio de 1977

Vasquintino Jornal dos Sports 1977

Vasquintino São Januário1977

Um comentário:

  1. Será que ainda existe a padaria? Provavelmente sim, descaracterizada

    ResponderExcluir